fbpx

Estamos de volta – Investimento Hoteleiro e o Porto

No início de Setembro, fico sempre com a sensação nostálgica de um Verão que se acabou, porque noto das minhas janelas, os dias mais curtos e o vento que anuncia tardes mais frias. Mas é também aquele período em que renasço para o fôlego final dos meses de Outono, e que a mente se povoa de ideias e vontades de refazer ou retomar. Por isso, vamos lá voltar a este hábito de partilhar convosco notícias, forma de celebrar o fim da “silly season”. Assim, o que não termina, e segue bastante activo, são as dinâmicas de investimento no sector hoteleiro, e com base num relatório da C&W, a Península Ibérica, continua a ser um destino atrativo para os operadores hoteleiros nacionais e internacionais, e Lisboa aparece até, com uma pontuação que a situa em 4º lugar, ocupando Málaga, Madrid e Barcelona as posições cimeiras. O que é evidente, é que os operadores estão a relevar uma tendência, de valorização de projectos cujos critérios ambientais e de sustentabilidade são mais rigorosos. E que estão na disposição de aumentar o key money, para fundamentar uma gestão ESG. Posto isto, falo-Vos do Porto, e do que tem acontecido por aqui, sem qualquer pretensão de ser exaustiva e profunda conhecedora de todos os projectos, mas como sabem, o Porto e o Norte, são o meu mote de eleição. Se ainda não o fizeram, sugiro-Vos uma visita ao recentemente inaugurado – “Jardins do Porto Boutique Guest House”, em que a proprietária Dina Machado, transformou uma antiga Casa Burguesa do século XIX, numa unidade de 9 quartos-suites, “de luxo despretensioso e moderna elegância com todo o conforto, para quem aprecia o requinte e experiências absolutamente únicas”. Respeitar a memória da casa, foi o objetivo principal da recuperação, a cargo do gabinete de arquitetura Pedra Líquida, para este hotel do Grupo Unlock Boutique Hotels. E numa dimensão, diferente, com 79 quartos, reabre by Stay Hotels, o Grande Hotel Paris do Porto. Inicialmente inaugurado em 1877, o Grande Hotel Paris é considerado o hotel mais antigo da cidade do Porto. Já recebeu personalidades de renome da cultura portuguesa do século XIX, como Camilo Castelo Branco ou Eça de Queirós, Guerra Junqueiro e Rafael Bordalo Pinheiro. Refugie-se no seu jardim exterior, que lhe proporcionará uma tranquilidade inusitada, em pleno centro da cidade. O Porto está bem, e recomenda-se! Visite-nos! Não faltam espaços para disfrutar, e não faltam ainda oportunidades bem interessantes de investimento.

Fonte: “Expresso” e “Vida Imobiliária”

 

Privacy Preference Center

en_GBEnglish